O molho mostarda e sua origem

Experimente com

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /data/sites/academiadacarne-hml.adttemp.com.br/web/wp-content/themes/academiadacarne/single-recipes.php on line 103

Notice: Trying to get property 'ID' of non-object in /data/sites/academiadacarne-hml.adttemp.com.br/web/wp-content/themes/academiadacarne/single-recipes.php on line 103
Sobre a dica

carn-grelhada-e-molho-de-mostarda

A picância e intenso perfume do molho de mostarda ressaltam os sabores de carnes

O condimento de cor amarelada, tão incorporado em nossos costumes alimentares, tem um passado digno de protagonista na gastronomia mundial. Os primeiros registros citam o cultivo da semente da mostarda pelos chineses há mais de três mil anos! Era bastante utilizada também por antigas civilizações do mediterrâneo, como egípcios, gregos e romanos.

Os romanos, aliás, foram os primeiros a utilizar o pó da mostarda com o vinho. A mistura foi batizada de mustum ardens (mosto ardido, em latim) e foi daí que surgiu o termo mostarda. Na Idade Média, ficou muito conhecido o grão da mostarda de Dijon, região francesa da Borgonha. Os boticários da época chegaram a tornar famosa a receita da semente, com gengibre e hortelã, vendida a maridos que desejavam aumentar a libido de suas mulheres.

Dois séculos depois, os franceses de Dijon acrescentariam vinagre à sua mostarda e criariam o condimento mais famoso do país. Sinônimo de requinte, era obrigatório em todos os banquetes das cortes europeias.

A picância e intenso perfume do molho de mostarda ressaltam os sabores de carnes e aves. Hoje é possível encontrar uma gama de mostardas industrializadas de diferentes origens e personalidades. Mas você também pode preparar seu próprio molho em casa.

Veja uma receita tradicional do molho de mostarda.