Sobá: o lado nipônico do Mato Grosso do Sul

Experimente com

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /data/sites/academiadacarne-hml.adttemp.com.br/web/wp-content/themes/academiadacarne/single-recipes.php on line 103

Notice: Trying to get property 'ID' of non-object in /data/sites/academiadacarne-hml.adttemp.com.br/web/wp-content/themes/academiadacarne/single-recipes.php on line 103
Sobre a dica
soba-o-lado-niponico-do-mato-grosso-do-sul

Sobá: o lado nipônico do Mato Grosso do Sul

Já imaginou um lugar no qual a feira livre é à noite? Sim, existe e essa é mais uma das peculiaridades desse Brasil! Esse programa acontece em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, tendo como motivo maior o calor da cidade, que é dos mais intensos.

E curiosamente, muito além do fator “abastecer a casa”, mesmo sendo tórrida a temperatura, muita gente vai à Feirona – como é popularmente chamada – para comer sobá, que é uma fumegante (e saborosa) sopa. De origem japonesa, é composta basicamente de macarrão, carne e tirinhas de omelete em meio a um caldo feito com shoyu, ossobuco e pó de peixe. O prato veio com a forte imigração japonesa que se fixou na cidade.

O oriental é muito ligado à sua tradição, sendo assim começaram a vendê-los nas feiras da cidade. Era também uma forma de sustento e caiu nas graças do campo-grandense.

Com tamanho frisson, foi natural a demanda por sobarias, casas especializadas no prato. Os negócios surgiram também para dar conta dessa fome durante toda a semana, já que a tal feira famosa acontecia às quartas e domingos. Aos poucos, a fama foi ultrapassando fronteiras e ganhando o Brasil: um bom exemplo é a Sobaria – Cozinha Sul Matogrossense, em São Paulo, tocada por Jean Haddad.

 

Veja a receita de sobá.